Ver mais

Passado, presente e futuro, não existem!

Data
17/6/2024
Autor
Fred Alecrim
Compartilhar

No universo de "Dark", a noção de tempo é uma teia complexa onde presente, passado e futuro estão intrinsecamente ligados. Essa visão pode ser aplicada diretamente ao papel de um líder empresarial e à dinâmica de uma empresa. Um líder e uma empresa existem simultaneamente em três tempos: o passado, o presente e o futuro.

O equilíbrio entre esses tempos determina onde o negócio está agora e para onde ele está se dirigindo. Vamos desmembrar essa ideia:

O Passado

O passado é o alicerce de qualquer líder. É onde residem as experiências, as lições aprendidas e as tradições que moldam a identidade da empresa. John Furner, CEO do Walmart nos EUA, disse com precisão: "É preciso aprender e respeitar o passado". Ignorar o passado é desconsiderar as raízes e a sabedoria acumulada ao longo dos anos. No entanto, um líder não pode se prender a ideias ultrapassadas que podem limitar a inovação e o crescimento. A chave está em reconhecer e valorizar essas bases enquanto se mantém aberto a novas perspectivas.

O Presente

O presente é onde a ação acontece. É o momento de administrar as operações diárias, resolver problemas imediatos e garantir que a empresa funcione de forma eficiente. Um líder que se dedica às tarefas do presente está comprometido com a execução, a gestão de equipes e a manutenção de um ambiente produtivo. Este é o tempo de implementar estratégias, de estar atento às mudanças do mercado e de responder rapidamente às necessidades dos clientes.

O Futuro

O futuro é onde reside a visão e a inovação. Construir o futuro requer uma mentalidade proativa, onde a antecipação de tendências e a preparação para desafios ainda não existentes são essenciais. John Furner também enfatiza a importância de "construir o futuro". Um líder que se dedica ao futuro investe em pesquisa, desenvolvimento e em novas tecnologias, sempre buscando maneiras de melhorar e inovar.

O Equilíbrio

O verdadeiro desafio está em equilibrar esses três tempos. Quanto do líder ainda está preso a ideias ultrapassadas? Quanto ele se dedica às tarefas do presente? E quanto ele investe na construção do futuro? Este equilíbrio é crucial para determinar onde o negócio está agora. Um líder eficaz consegue aprender com o passado, gerenciar o presente e, ao mesmo tempo, preparar a empresa para um futuro promissor.

Portanto, um líder e uma empresa que compreendem essa interconexão temporal têm uma visão mais holística e estratégica. Eles não apenas vivem o momento, mas também honram o passado e moldam o futuro. Assim, garantem que sua organização não apenas sobreviva, mas prospere em um mundo em constante mudança.

Posts Relacionados
Vivemos em uma era dominada pelas telas. Olhe ao seu redor: seja no metrô, na fila do supermercado ou até em encontros sociais, todos parecem estar mergulhados em seus celulares. Estamos tão conectados virtualmente que estamos nos desconectando do mundo real. E essa tendência não é apenas um incômodo social, mas uma ameaça séria à nossa saúde mental e ao nosso bem-estar geral.
Enfrentamos desafios constantes, mas em vez de temê-los, precisamos evoluir e estar em constante movimento para inovar e crescer. Afinal, “o diabo mora nos detalhes,” e é nesses detalhes que podemos fazer a diferença.
um líder e uma empresa que compreendem essa interconexão temporal têm uma visão mais holística e estratégica.

Receba conteúdos exclusivos no seu e-mail

Inscreva-se em nossa newsletter!

Obrigado! Seu formulário foi enviado.
Ops! Algo deu errado, tente novamente.